Confiança e protagonismo: lições aprendidas com a pandemia.

Confiança e protagonismo: lições aprendidas com a pandemia.

Janeiro de 2021 – Finalizamos o ano de 2020 com inúmeros aprendizados em nosso cotidiano: mudanças de hábitos que vieram para ficar e ensinamentos de vida que não serão esquecidos tão breve.

E o que dizer sobre o mundo corporativo? Como os negócios se sustentaram ao longo deste ano utilizando o home office como única alternativa segura de trabalho? Vale sempre reforçar o papel da área de Recursos Humanos como protagonista neste momento, cuja atuação focou ainda mais em habilidade como geração de conexão, olhar máximo de empatia e cuidado com o colaborador em suas novas práticas. Tudo isto pelo meio digital.

Como resultado, o RH tem um novo papel de sustentação deste modelo de trabalho por meio da análise de alguns pontos que o tornam elegível, como produtividade, excessos a observar para que não haja estafa e a orientação dos gestores para darem o exemplo do comportamento esperado, lembrando-os de não cobranças de entregas e reuniões em demasia, extrapolando o aceitável e saudável.

Muitas ações estão sendo criadas para que este movimento de mudança de comportamento aconteça de forma leve e sustentável, pois ainda não é sabido quanto tempo levaremos nesta condição de trabalho fora dos escritórios.

O modelo híbrido, por exemplo, no qual uma parte da semana o trabalho é realizado nos escritórios da companhia e, na outra, onde o profissional estiver, chamamos de  smartwork. Este conceito tem como um dos pilares a flexibilização da jornada de trabalho para que o colaborador faça a melhor rotina para ele, buscando o equilíbrio entre as entregas, a casa e a família. Este movimento faz o trabalho virar parte do ecossistema de forma natural.

Há ainda empresas que estão suspendendo reuniões internas uma vez por semana para que o movimento desenfreado de reunião atrás de reunião tenha uma quebra e, como resultado, as pessoas possam focar suas energias em atividades sem precisar atuar depois da jornada normal de trabalho.

Este cenário trouxe como grande lição para muitas empresas e muitos gestores o fortalecimento das relações de confiança entre os times. Vimos que acreditar no compromisso das pessoas com as empresas vale muito mais do que ter o controle sobre o horário de chegada ou saída do escritório.

Realmente, juntos somos mais fortes e ambientes de segurança psicológica são fundamentais para que este movimento permaneça. O ano de 2020 nos trouxe muita bagagem para enfrentarmos os novos desafios e a resiliência é uma das competências que nos ajudou a chegar até aqui para suportarmos este novo ciclo. Nos vemos em 2021!

*Angélica Assunção é Head de Gente & Gestão da Engineering, companhia global de Tecnologia da Informação e Consultoria especializada em Transformação Digital.

Veículo Portal Channel 360º: http://bit.ly/pr_homeoffice21

Compartilhe:

VOLTAR