Nestlé ganha velocidade nas apurações fiscais com a solução da Engineering.

Nestlé ganha velocidade nas apurações fiscais com a solução da Engineering.

Desafios:

A Nestlé, maior empresa de alimentos do mundo, detém um complexo cenário de apurações fiscais e tributárias devido à sua presença em quase 100% do território brasileiro. Hoje, a indústria de alimentos gera um volume de cerca de 20 mil obrigatoriedades anuais relativas e mais de 20 milhões de notas ficais eletrônicas emitidas em 24 estados e 128 municípios onde opera, cada um com sua legislação, o que resulta em burocracia e muitos riscos.

Para ter ganho em performance e produtividade nas apurações fiscais, além de tomadas de decisões ágeis orientadas a dados, a companhia decidiu descontinuar seu software fiscal anterior e saiu em busca no mercado de um fornecedor que eliminasse um problema histórico da Nestlé, que era a duplicação das informações na base de dados do sistema de gestão empresarial utilizado, o SAP.

Este era um processo que tornava a Nestlé muito reativa, pois era preciso esperar finalizar o mês para fechar as apurações e evitar o risco de duplicidade de informações.

Solução:

Para resolver esses problemas, a Nestlé adotou o DP-Fisc, solução focada nas apurações fiscais e obrigações acessórias homologada e certificada pela SAP e que é fornecida pela Engineering.

Por ser totalmente nativa ao ambiente SAP, a solução trouxe agilidade nas apurações e obrigações acessórias, pois sua arquitetura é robusta e escalável, além de utilizar o poder do processamento HANA. Com isso, obrigações que eram geradas em horas passaram a ser processadas em minutos.

A Engineering realizou customizações na solução a fim de criar as validações dos documentos fiscais com regras pré-definidas e automatizou ao máximo as rotinas de apuração de impostos. Com isso, a Nestlé obteve uma transformação fiscal segura, ágil e com melhores experiências para os usuários.

Resultados:

Somente no primeiro mês em produção, o DP-FISC realizou 80% das entregas acessórias mensais, que equivalem a cerca de 1.000 obrigatoriedades. A agilidade proporcionada pela solução trouxe ganhos consideráveis em performance e produtividade, como a redução no tempo de entrega do SPED Fiscal, passando de 7 horas para 12 minutos, ou seja, uma economia de 3.400%. Já o SPED Contribuições, que antes era gerado em 8 horas, caiu para 17 minutos, o que equivale a 2.724% de redução.

Outra melhora perceptível foi no tempo de recebimento de notas fiscais, que passaram a ser automatizadas por meio de um painel eletrônico, possibilitando, também, a detecção do número de erros, além da mensuração de documentos por localidades.

Com essa digitalização, a Nestlé ganhou tempo para, de fato, trabalhar com análises, deixando simplesmente de subir as notas fiscais no sistema, para se dedicar a uma posição mais estratégica, que é a tomada de decisões e o apoio ao negócio orientados pela ótica Data-Driven.

O projeto de Tax Transformation da Nestlé compreende as obrigações federais, estaduais, municipais e regimes especiais do setor alimentício, tais como ISS (Imposto sobre Serviços), IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) PIS, Cofins, ECD (Escrituração Contábil), ECF (Escrituração Contábil Fiscal), Siscoserv (Sistema Integrado de Comércio Exterior de Serviços, Intangíveis e Outras Operações que Produzam Variações no Patrimônio) e Transfer Price.

Compartilhe:

VOLTAR